Translate

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

"A Regressão" - Memórias de um Assassinato [Chamada do Livro]


Postagem Fixa no Topo da Página


               Chamada trailer do livro "A Regressão" - Memórias de um Assassinato de Gabriel de Aquino.


           O livro "A Regressão" - Memórias de um Assassinato, é um romance de ficção, que traz a história de um personagem (Daniel), perturbado por pesadelos constantes com uma mulher misteriosa. 

            Obcecado por respostas, Daniel procura a ajuda de um psiquiatra especialista em regressão de memória, a fim de desvendar o seu passado. 

         A cada regressão de memória, é desvendado um trecho sobre uma vida passada a qual desconhecia. Porém, ao invés de solucionar o seu intrínseco passado, mais dúvidas são levantadas. 

        Coincidentemente, após iniciar a terapia de regressão de memória, um psicopata faz ameaças de morte a Daniel e sua família. Ele não estará seguro em lugar algum.

           "A Regressão" - Memórias de um Assassinato, é thriller de ação e suspense que irá tirar o seu sono. 


            Confira o site: 








Compartilhe o vídeo e peça o seu e-book de 

"A Regressão" - Memórias de um Assassinato, pelo e- mail:


gabrielworksinc@hotmail.com

domingo, 14 de outubro de 2018

Clipe da música "Last Lover" - Last Lover band



                              Clipe da música "Last Lover" da banda de rock e hard rock Last Lover.


          Num ar pra lá de animado, a Last Lover compôs uma música que tem o seu nome, para ser o seu hit principal. 

         A música Last Lover, tem um riff de guitarra marcante, abrindo este rock sensacional. Baixo, teclados e bateria fazem a cozinha, enquanto as guitarras e a voz  dão o tom da música. 

         A Last Lover mantem a alma do rock viva, com um trabalho impecável de áudio e vídeo, levando toda a sua musicalidade e rock n' roll para o mundo. Não existe música eletrônica, pop de momento, que supere o trabalho real de músicos de qualidade efervescente, como da galera da Last Lover band.


        Acompanhe os lançamentos da Last Lover: 







Banda Last Lover: 

Guitarras e Voz - Salomax
Teclados - Luca Ducci
Baixo - Diego Ribeiro
Bateria - Guilherme Valentin


Confira também aqui no blog:

Come Together - The Beatles 



Always - Bon Jovi


Last Lover - Acústico


Cryin' - Aerosmith 



Ou vá direto no youtube e confira todos os clipes e vídeos da Last Lover











Contato: 17 -  99763-8010 (Vivo)
                17 - 3546-2732

Curtiu? Compartilhe e siga a banda em seus canais... 

It's only rock n' roll baby!  \O/



          

domingo, 7 de outubro de 2018

Review Cd Crooner de Tarcísio CasaNova


          O blog Gabriel Works Inc. fez uma análise sobre o novo Cd de Tarcísio CasaNova, intitulado "Crooner".


           O novo trabalho de Tarcísio CasaNova, traz clássicos e mais clássicos da música pop internacional, dos anos 50', 60', 70' e 80'. Crooner é um apanhado de músicas que fizeram história, revividas pelo mestre da rearmonização Tarcísio.

           O Cd Crooner possui 21 músicas de altíssima qualidade e traz uma claque de músicos de ato nível. Crooner foi feito com parceiros músicos do cantor, que fazem um lindo trabalho, harmonizando estes clássicos.


           No review acima, destaco cada música e o sentimento deste trabalho, em uma análise sincera e objetiva, com palinhas de cada música deste belo cd.



       Confira os trabalhos de Tarcísio CasaNova no site:










Clipe do projeto Crooner - "In My Life" 





Soundcloud: 
https://soundcloud.com/tarcisio-casanova




Músicos que participaram do projeto:


Backing Vocals - Diego Rolim e Deyse Gois
Baixo - Mauro Oliveira, Marcos Brasil e Aluízio Veras
Bateria - Josivan Gargamel e Cleudo Avlis
Guitarra - Igor Nogueira
Metais - Braion Johnny
Teclados - Soneca Martins Pablo Eygon
Violão - Rafael André
Violão 12 Cordas - Ricardo Lopes

O projeto foi gravado nos estúdios: Porto do Som (Juazeiro/BA) / Studio Maximize (Petrolina PE) e CasaNova Studios (Itapema SC).

Mixado e Masterizado por Diego Rolim e Tarcísio CasaNova, no CasaNova Studios.
Produção Gráfica: Marcus Vinhas.

Apoio: Faviero Veículos favieroveiculos.com.br



Set-list em vídeo:



Set-list:

1. "Temptation Eyes" - Grass Roots
2. "Feelings / Dis-Lui" - Vigon Bamy Jay
3. "After the Love Has Gone" - Earth Wind & Fire
4. "Back in the USSR" - The Beatles
5. "If You Leave Me Now" - Chicago
6. "Because" - Dave Clark Five
7. "Sunny" - Paul Carrack
8. "Your Smiling Face" - James Taylor
9. "Ticket To Ride" - The Beatles
10. "Aint No Sunshine" - Bill Withers
11. "You Are So Beautiful" - Eric Clapton & Paul Carrack
12. "Into The Great Wide Open" - Tom Petty
13. "Drive My Car" - The Beatles
14. "Be My Baby" - The Ronettes
15. "How Deep Is You Love" - Bee Gees
16. "In My Life" - The Beatles
17. "Close To You" - The Carpenters
18. "Long Ago Tomorow" - B. J. Thomas
19. "Come Together" - The Beatles
20. "Lost Stars" - Adam Levine
21. "How Long" - Paul Carrack



sábado, 22 de setembro de 2018

Willian Lee - Show Completo



                                           Vídeo com um dos shows de Willian Lee.

             Neste 22/09/2018, Willian Lee estaria completando 48 anos de idade. Por conta disso, este blog traz mais uma lembrança deste grande talento, que nos deixou em 03/07/2017. 


             Parece que faz tanto tempo e ao mesmo tempo parece que foi ontem que recebi a notícia do falecimento do nosso grande músico Willian Lee. Na data fiz um vídeo em sua homenagem>>>> https://www.youtube.com/watch?v=ym_x6E7etrE

              Mas, o homem se vai e a obra fica. Por isso, separei mais um vídeo com uma de suas apresentações, onde Willian mostra todo o seu talento e nos brinda com clássicos das melhores músicas de seu magnífico set list. 



Siga a sua página no Facebook: 








Compartilhe a obra e a saudade deste grande músico. 

     

domingo, 16 de setembro de 2018

"Juguetes" - Banda Pachamamé [Argentina]



    No destaque, a música "Juguetes" do grupo argentino Pachamamé.




       Nesta semana Farroupilha, comemorada no Rio Grande do Sul, trago um dos estilos que influenciou alguns ritimos tradicionais gaúchos, com o grupo Pachamamé, de Córdoba na Argentina. 

       O chamamé, que no Rio Grande do Sul é em geral mais rápido, aqui ele é mais lento, lembrando a mistura da trova e do próprio chamamé. A cultura gaúcha nasce dessas mesclagens da cultura Argentina e Uruguaia. O chamamé mais lento como este, é encontrado em Goias. Mas, mesmo assim, conseguimos perceber as semelhanças com a música gaúcha. 

        A letra de "Juguetes" é muito triste e trata de um saudosismo de um tempo de coisas simples, contrapondo-se a uma infância pobre. Porém, a letra mostra a criatividade infantil, com seus brinquedos e mundos imaginários. "Uma boneca sem braço pode fazer parte da mesma história de um dinossauro". Essa é a criatividade infantil, que se não tolida, irá se tornar uma ferramenta criativa. No fim da letra, quando o cantante ganha o seu violão, ele conta esta história através de sua música. 

       Uma bela letra, harmonizada com excelência e muito bem gravada. Esta é a música de Franco com letra de Claudio Díaz e interpretada por Lucio Carnicer. 








       O nome do grupo vêm da mistura das palavras "Pacha-mama" (Mãe terra para os povos do norte da Argentina) e "Chamamé" dos povos do litoral Argentino (Chaco, Corrientes e Misiones), parte dos integrantes do grupo provém do Norte e outra do Litoral.

       A música do grupo é basicamente dessas regiões, mas está incorporando outros ritmos latinos no repertório, como Huayno, Cuarteto, Cumbia, etc.
      Atualmente o grupo interpreta músicas populares, mas aos poucos está introduzindo o trabalho próprio, como a música "Juguetes".



Integrantes do Pachamamé



Claudio Díaz: Sax alto, flauta transversal e backing vocal.
Posadas Misiones

Franco Rivero: Violão principal, e backing vocal
Salta
Lucio Carnicer: 2º violão e voz principal
Romang Santa Fé

Sebastián Cañari: Sanfona
San Salvador de Jujuy
Alejandro Ramirez: Percução
Córdoba.

Todos moram atualmente na cidade de Córdoba.










Curtam e compartilhem o trabalho do grupo "Pachamamé". 




     

domingo, 9 de setembro de 2018

Puddles Pity Paty - America's Got Talent



            No destaque, um vídeo gravado em 2017, sobre a performance de Puddles Pity Party no Amerca's Got Talent.


             Nesta semana, trago aos amigos e amigas do blog, Puddles Pity Party. Como este blog já mostrou muitos artistas de vários cantos do mundo, Argentina, Africa do Sul, entre outros países, desta vez gostaria de compartilhar com todos o talento deste triste palhaço dos Estados Unidos da América.

             A primeira vez que o vi, foi através das postagens do Postmodern Jukebox, interpretando a música "Royals". O projeto Postmodern Jukebox apresenta músicos de jazz reinterpretando músicas do pop atuais. Pra quem não conhece o projeto, recomendo a assistir tudo que há por lá ( https://www.youtube.com/user/ScottBradleeLovesYa ). Ou siga a página no facebook, para que receba periódicamente as postagens do projeto ( https://www.facebook.com/postmodernjukebox ).

            Retornando ao palhaço Puddle Pity Paty.

           Mike Geier, da banda Kingsized, interpreta uma versão triste (Sad Clown style) de um palhaço que me remete a fatores muito além da personagem.
         
           O palhaço não fala. Ele apenas se comunica por poucos gestos e não tem uma única fala. Sua interação com o público é inteiramente feita por mímicas, passando a sua mensagem. Porém, quando canta, emociona a platéia. O palhaço triste e introvertido, vai de uma modesta interação a uma explosão de emoção em poucos minutos, devido ao talento incomparável de Big Mike Geier.

           Puddles Pity Patry emociona, pois vai além do teatro, além da música, além da voz. Sua interpretação nos remete ao "diferente". Ele nos remete aos nossos julgamentos. Ele nos joga na cara o nosso preconceito. Pois, ao entrar no palco, não esperamos nada dele. Afinal, o que esperar de um palhaço triste? Ele com certeza é diferente dos outros palhaços que são alegres e nos fazem rir. Então que diabos um palhaço triste veio fazer no mundo, onde a sua única função é fazer as pessoas rirem? E é quando começa a cantar, que ele choca as pessoas.  Pois, não se espera tamanho talento vocal em um palhaço.  Com isso, Puddles Pity Paty nos faz rir e chorar em sua apresentação. É como ver uma criança com síndrome de down em seu mundo inatingível, se comunicar através de seu talento oculto. É como ver aquela pessoa sem uma mão, que toca uma guitarra incrível. É como ver uma pessoa sem os membros vivendo a vida plenamente. É como ver Johnatha Bastos ( https://www.youtube.com/user/johnathabastos ) tocar piano e guitarra. É como ver Emmanuel Kelly ( https://www.youtube.com/watch?v=h6TvIDFzQXY ) cantando "Imagine" de John Lennon. É como assistir a uma palestra de Nick Vujicic https://www.youtube.com/watch?v=36fw7v4ufX4 ). Todos exemplos de superação, de talento e que nos mostram o quão pequeno são os nossos problemas. E é isso que vejo no personagem Puddles Pity Paty, de forma lúdica, mostrando-nos o quão resistentes somos ao "diferente", aos que não se enquadram em nossos conceitos. Resumindo: Joga na nossa cara o nosso preconceito. 
       
           
    Acesse o site oficial do palhaço Puddles Pity Paty:






Um pouquinho sobre o homem por trás do personagem:

         Mike Geier (nascido em 12 de março de 1964), conhecido como Big Mike Geier, é um cantor, artista e líder da banda Kingsized, com sede em Atlanta, Geórgia, USA. Atuando como Puddles Pity Party, de Palhaços, Geier aparece em vídeos do YouTube desde 2013, incluindo alguns com a Postmodern Jukebox de Scott Bradlee.


         Geier nasceu na Filadélfia, Pensilvânia, Estados Unidos, sendo o quinto dos sete filhos de "Big Oz" e Peg Geier. Ele diz que "cresceu em uma casa cheia de gigantes", com seus dois irmãos e quatro irmãs, todos crescendo a pelo menos 6 pés (1,83 m) de altura. Geier mede 2,03 m de altura. Ele cresceu em Richmond, Virginia. Vivendo e baseado em Atlanta desde 1995, Geier é casado com seu sócio Shannon Newton.

         No início dos anos 90, Geier liderou uma banda de turnê "Swing Noir", The Useless Playboys, antes de se estabelecer em Atlanta em 1995. 

         Como Puddles Pity Party, Geier usa um distintivo traje de palhaço branco. Ele tem uma voz de barítono e canta principalmente covers de músicas. Puddles tem uma personalidade deprimida e se abstém de falar no palco ou dar entrevistas. Puddles Pity Party foi apresentado na turnê de 2010 do Aqua Teen Hunger Force

          Em 2011, Geier apareceu regularmente no Manderley Bar, no show imersivo de teatro de Nova York, Sleep No More. Em 2012, ele se mudou para Seattle para participar de um cabaré de estilo europeu, o Teatro ZinZanni.

     Em outubro de 2013, Geier gravou um cover de "Royals" de Lorde com Postmodern Jukebox no YouTube. Em agosto de 2018, o vídeo recebeu mais de 24 milhões de visualizações. 

        Desde 2014, Geier excursionou pelo mundo, fazendo shows nos Estados Unidos, Reino Unido, Bélgica e Austrália. Em 27 de setembro de 2014, sua performance ao vivo de "Hallelujah", de Leonard Cohen, no Regency Ballroom, em San Francisco, foi filmada pelo diretor Gary Yost. Em agosto de 2018, o vídeo no YouTube havia recebido mais de 6,4 milhões de visualizações. 

           Em 2017, Geier, como Puddles, participou da 12ª temporada da série America's Got Talent. Ele avançou para as quartas de final no Dolby Theatre, onde realizou sua versão de "Royals" e recebeu um "X" de Simon Cowell. Ele foi finalmente eliminado na noite seguinte.



     Destaco vídeo pelo qual conheci Puddles Pity Paty, com a música "Royals".
                





         Outro vídeo que destaco, é este vídeo amador em que ele parece estar em uma cafeteria e emociona a quem está no estabelecimento comercial.





            Há inúmeros trabalhos de Puddles no yutube, seja em seu canal oficial, ou em canais de fãs do palhaço. Basta procurar e passar o dia assistindo este triste, talentoso e amado palhaço. 

Youtube Puddles Pity Paty oficial: https://www.youtube.com/user/PuddlesPityParty


Curta a página no facebook e receba as novidades: 

https://www.facebook.com/puddlespityparty